Por Emanuela da Silva >>

Rafinha teria comentado: “toda mulher que eu vejo na rua reclamando que foi estuprada é feia pra caralho… Tá reclamando do quê? Deveria dar graças a Deus”. E foi além, dizendo que o homem “que cometeu o ato merecia um abraço, e não cadeia”.

Que o povo brasileiro gosta de comédia isso todo mundo sabe, basta observar a programação da TV aberta e a quantidade de programas humorísticos. Isso é sinal de que, apesar das dificuldades do cotidiano, o cidadão brasileiro não perde o bom humor. E não perder a capacidade de sorrir diante dos problemas faz bem, mas, como tudo na vida deve ter a medida certa, não podemos exagerar e fazer de todos os fatos uma piada. Infelizmente, alguns estão exagerando no tom cômico, gerando polêmicas e atritos desnecessários.

Na semana passada, o Ministério Público São de Paulo entrou com pedido de inquérito policial contra o humorista Rafinha Basto, do programa CQC (Custe o Que Custar), da TV Bandeirantes, acusando-o de incitação e apologia ao crime após afirmações polêmicas durante seu espetáculo de stand-up comedy, reproduzido pela revista Rolling Stone. Rafinha teria comentado: “toda mulher que eu vejo na rua reclamando que foi estuprada é feia pra caralho… Tá reclamando do quê? Deveria dar graças a Deus”. E foi além, dizendo que o homem “que cometeu o ato merecia um abraço, e não cadeia”. Com base nestes comentários grosseiros sobre o crime de estupro, foi aberto inquérito contra o humorista.

Este não é o primeiro caso envolvendo piadas sobre assuntos polêmicos.  Em 2009, o humorista Barthô, famoso pelas imitações do ex- presidente Lula na rádio Metropolitana de São Paulo, foi investigado por ter participado de uma entrevista numa rádio Angolana como se fosse o presidente.

Os programas humorísticos da TV brasileira não estão disputando apenas pela audiência. Começaram a acumular processos. Um grande número de ações judiciais atesta este fato. Os principais programas, CQC, Pânico na TV e o extinto Casseta e Planeta, são os líderes. Como podemos perceber, não é um problema só das emissoras de TV, acontece em quase todos os meios de comunicação. Cabe a reflexão: até que ponto vale a piada? A quem beneficia?

É UMA QUESTÃO DE BOM SENSO OU MAU HUMOR?

Assuntos polêmicos viram piadas, charges, peças teatrais, personagens de novela ou filmes e, contudo, é um investimento lucrativo. Sendo assim, as consequências ficam em segundo plano quando a fama está em primeiro lugar.

O site da internet Kibe Loco tem milhares de seguidores de todas as classes sociais. O conteúdo humorístico é extraído das situações reais, cenário político, classe artística e esportes, ou seja, fazem uma sátira da sociedade brasileir. Algumas vezes de maneira desmesurada, como nessa piada: “Se a Eliza Samudio aparecer viva, poderei fazer piada sobre ela repetir o bordão “Come, cachorro!” nos pornôs que fez?”. (A frase remete à hipótese da modelo ter sido morta e esquartejada e jogada para os cães de Bruno.) Ou nessa: “Comida predileta do goleiro Bruno: escondidinho de presunto.” Obviamente que os familiares e amigos de Eliza, além de passar pela super exposição que o fato traz, ainda sofrerem este tipo de  constrangimento. O Sensacionalista segue a mesma linha polêmica com o agravante de não se definir como página de humor. Algumas pessoas de má fé espalham o conteúdo na rede como verdade. Como o desligamento da ex-senadora Marina Silva do Partido Verde para ser revendedora da Natura, ou comentários sobre a morte do ex-presidente Itamar Franco.

Seja como for, não devemos tripudiar sobre a desgraça alheia. Faz parte dos princípios da educação ter uma boa convivência com o próximo. Independente de ser homem ou mulher, o bom senso deve prevalecer. De acordo com um estudo feito pelo pesquisador britânico Sam Shuster, o homem é mais cômico que a mulher por causa do hormônio masculino testosterona. Os homens costumam contar  mais piadas do que as mulheres, geralmente mais debochadas e algumas vezes humilhantes.

O bom humor faz bem ao espírito e alegra o ambiente. Uma pessoa alegre contagia a todos, mas tudo tem de ser feito com moderação.

Outras informações:

http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI5228407-EI5030,00MPSP+acusa+humorista+do+CQC+de+fazer+apologia+ao+estupro.html

http://colunas.epoca.globo.com/bombounaweb/2009/11/06/humorista-imitando-o-presidente-lula-da-entrevista-para-radio-de-angola/

http://nalei.com.br/blog/cqc-panico-na-tv-e-casseta-e-planeta-lideram-lista-de-processos-das-emissoras-2305/

http://www.sensacionalista.com.br/category/12/

http://oglobo.globo.com/vivermelhor/mat/2007/12/21/327716767.asp

http://www.sensacionalista.com.br/2011/07/04/niemeyer-lamenta-morte-de-itamar-desenhei-o-primeiro-topete-dele/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...