19
abr
2013

Cloud computing: você já está na nuvem?

Por Renata Gueresi >>

Para quem ainda não conhece ou está ouvindo pela primeira vez, saiba que cloud computing ou, como é mais conhecida no Brasil, computação em nuvens, já existe desde 2008. E segundo Alexandre Kazuki, diretor de marketing do HP Enterprise Group, “É essa tecnologia que permite que as informações estejam disponíveis não só em nosso ambiente de trabalho ou em nossas casas, mas de maneira integrada e de fácil acesso.”

Cloud computing você já está na nuvemA nuvem, como também é conhecida, possibilita ao mundo corporativo se desprender das “velhas tecnologias de armazenamento”, tendo como principal vantagem a economia, e a não perda de material.

Se você procurar um pouco pelo conceito, encontrará no site de conceitos mais conhecido de todos, o Wikipédia (e não adianta dizer que não se depara com o ele), que: num sistema operacional disponível na Internet, a partir de qualquer computador e em qualquer lugar, pode-se ter acesso a informações, arquivos e programas num sistema único, independente de plataforma. O requisito mínimo é um computador compatível com os recursos disponíveis na Internet. O PC torna-se apenas um chip ligado à Internet — a “grande nuvem” de computadores — sendo necessários somente os dispositivos de entrada (teclado, mouse) e saída (monitor).

Segundo Ermerson Alecrim, editor do InfoWester, “cloud computing refere-se, essencialmente, à ideia de utilizarmos, em qualquer lugar e independente de plataforma, as mais variadas aplicações por meio da Internet com a mesma facilidade de tê-las instaladas em nossos próprios computadores.”

A cloud computing vai além dos armazenamentos em servidores ou no próprio computador, quando este é um computador doméstico. Ainda para Alecrim, “Ao fornecedor da aplicação cabe todas as tarefas de desenvolvimento, armazenamento, manutenção, atualização, backup, escalonamento, etc. O usuário não precisa se preocupar com nenhum destes aspectos, apenas com acessar e utilizar.”

É possível dizer que estamos evoluindo para uma internet melhor, mais eficiente e de baixo custo, também aqui no Brasil, já que em países mais desenvolvidos, com o Estados Unidos, este tipo de processo já existe há bastante tempo.

Quer um exemplo prático de toda essa maravilha?! Se você possui uma conta Google já pode ter acesso ao cloud computing, através do Google Docs. Eu, por exemplo, acabei de digitar este post no meu Drive, do Google.

A primeira grande vantagem de tudo isso está na ausência de aplicativos de editor de texto armazenados em seu computador, como o Word. E, o mais importante de tudo, o Google Docs salva seu arquivo simultaneamente, você não precisa mais se preocupar no caso de uma queda de luz, por exemplo.

Para ter acesso ao Google Docs, Alecrim dá uma dica importante: “o único cuidado que o usuário deve ter é o de utilizar um navegador de internet compatível, o que é o caso da maioria dos browsers da atualidade.”

Ainda há muito que se falar do cloud computing, mas por hora eu só quis apresentá-los ou reapresentá-los a esta tecnologia que está me facinando.

Fontes:

http://www.amanha.com.br/gestao-internas/50-gestao-1/4343-a-hora-de-entrar-na-nuvem, acesso em: 15 abr. 2013
http://www.infowester.com/cloudcomputing.php, acesso em: 16 abr. 2013
http://www.infowester.com/cloudcomputing.php, acesso em: 16 abr. 2013
http://www.infowester.com/cloudcomputing.php, acesso em: 16 abr. 2013

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...