30
set
2014

Como as marcas homenagearam o Dia do Cliente 2014

Por Elvira Costa >>

No mês de setembro, existem 52 homenagens às mais diversas causas. Entre elas, tivemos o dia do cliente, que é homenageado no dia 15.

A data foi uma ideia do gaúcho João Carlos Rego, acadêmico da Faculdade de Administração de Empresas da PUC-RS. Hoje, em todo o Brasil, já existe mais de uma centena de projetos de oficialização da data. Entre as apoiadoras da data, figuram organizações dos mais diversos setores, como a Revista Você/S.A., a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de vários estados, a Fecomércio (RS), entre outras. Confira a lista completa aqui: http://www.diadocliente.com.br/apoiadores/empresas.asp

CDL POA
Para quem trabalha em Comunicação, as datas comemorativas acabam sendo uma ótima oportunidade para falar com o cliente. Como são muitas, é válido escolher algumas entre as mais adequadas ao negócio.

Um exemplo bacana de ação no Dia do Cliente foi o da Prefeitura de Lorena-SP, que ao invés de mandar apenas um cartão eletrônico colocou logo um outdoor na avenida principal da cidade, em 2013. Do ponto de vista da arte, pode até não estar muito bom, mas valeu a intenção…

Prefeitura_de_Lorena_SP

Muitas vezes, quando contratam uma agência de comunicação, os clientes são leigos e acabam falando coisas que não fazem sentido para quem entende do assunto. A Elo Marketing resolveu levar a situação no bom humor, dizendo que “ainda bem que existe um dia em que o cliente tem sempre razão”:

ELO

Já o Grupo Pão de Açúcar foi mais além, aproveitando para criar uma ação de quatro dias:

Pão_de_Açúcar

Em 2012, a Companhia Águas de Joinville transformou o dia do cliente em evento! Quem passou pelo Centro de Atendimento foi recepcionado com uma mesa com chá, café e salgados, além de ao final do atendimento receber um brinde.

Vimos anúncios, ação que ocupou uma semana, evento, enfim, as possibilidades são diversas, basta ser criativo. Agora, não pode faltar o clichê: realizar uma ação bonitinha no dia 15 de setembro, somente, não basta, né?

Porque tem cliente que é chato. No caso do chato, agradar em datas especiais não é o suficiente, pois é o compromisso contínuo com a qualidade do produto ou serviço que importa. Se o cliente for um chato vingativo e criativo, então, aí pode ficar difícil para a empresa. Nos Estados Unidos, ficou famosa a canção “United Airlines breaks guitars”. O autor é um cliente insatisfeito. Aconteceu assim: a companhia quebrou um instrumento do músico. Ele tentou reparação pelas vias amigáveis, conversando com a empresa, chegando até a pedir a reparação em voucher de viagem. Mas ele ouviu um sonoro “não”. Inconformado, fez a música, que rendeu mais de 10 milhões de visualizações no Youtube.

Clipe United Airlines breaks guitars

A marca da empresa do instrumento também ganhou com isso, por causa da exposição de marca, e acabou presenteando o músico com um instrumento novo. Ponto para ela, que aproveitou a oportunidade. Então a história continuou tendo visibilidade e virou até livro! Perdeu a United Airlines, que virou um case de fracasso no relacionamento com o cliente. “A Public Relations desaster” foi como os americanos classificaram o caso. Saiba mais informações do caso aqui: http://sentium.com/a-public-relations-disaster-how-saving-1200-cost-united-airlines-10772839-negative-views-on-youtube/

Tem também o chato profissional, que aproveita qualquer oportunidade para ganhar alguma coisa. Depois de passar pela graduação em Relações Públicas e pelo MBA em Marketing, eis que comecei a estudar Direito. Certa vez, um professor de Civil estava contando uma história de um aluno que ficava vasculhando os deslizes das empresas para poder comprar e depois entrar com ação no PROCON. Daí, quando passava pelo aluno, o professor brincava: “e aí, já ganhou quantas hoje?”. Para um desses, nem que todo dia fosse feriado de dia do cliente estaria bom.

Fonte da imagem da capa: http://equipesb.com.br/wp-content/uploads/2014/09/compras.jpg

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...