Por Maria Eduarda Paul >>

Currículo enviado, avaliado e selecionado. A vaga dos sonhos bateu a sua porta (tudo bem, pode até não ser dos seus sonhos, mas, no momento, é o que você está precisando). É sua chance de conseguir o emprego. Próximo passo: entrevista.

E agora? Como se dar bem nesta etapa? Preparamos para você um post super legal, com várias dicas para tirar de letra esta, que é a parte mais temida pela maioria.

Entrevista de emprego: dicas para você acertar em cheio.1. Conheça a empresa: você conhece o local que está buscando trabalho? Já pesquisou sobre a empresa e sua forma de atuação no mercado? Se ainda não, corra logo atrás de informações. Entenda: você não precisa conhecer a empresa por completo (convenhamos, isso é impossível), mas saiba pelo menos o básico – ramo, um pouco da história, conhecimento no mercado, etc. Olhe o seu site e as redes sociais: é um ótimo começo! Afinal, como você vai justificar seu interesse pela vaga se não sabe ao menos como a empresa atua? Pense nisso e vá preparado!

2. Seja pontual: parece clichê, mas a pontualidade neste primeiro momento é imprescindível. Isto mostra que você está interessado no cargo e que, principalmente, trata seus compromissos com muita responsabilidade. Ser pontual é sinônimo de profissionalismo.

3. Capriche no visual: a imagem, por mais que esteja vinculada à famosa frase “as aparências enganam”, é muito importante na análise de perfil para a ocupação de determinada vaga. É importante que você construa uma boa imagem: seja caprichoso e mantenha uma boa postura. Mostre-se preocupado com isso. Você não precisa estar de terno e gravata ou camisa e salto alto para estar bem arrumado, até porque, dependendo de onde você irá trabalhar, o ambiente não comportará tal produção. Você tem que estar conforme o perfil da empresa. Para um primeiro momento, a dica é usar roupas alinhadas, com bom corte e caimento – nada com muitas cores e estampas. Roupas clássicas e sem extravagâncias são a escolha perfeita.

4. Seja honesto: de nada adianta você demonstrar ser alguém que não é. Por mais que você possa ser bom de “papo”, a prática mostrará que nem tudo o que falou é verdade. Nos dias em que vivemos, principalmente ao que se refere ao ambiente corporativo, valores como a honestidade e integridade valem mais do que qualquer currículo. A confiança transparecida pelo profissional é a primeira etapa avaliada pelas empresas em um processo seletivo. Por isso, na hora da entrevista, deixe-a transparecer desde os pequenos detalhes. Lembre-se que a confiança é ponto de partida para o desenvolvimento de um bom trabalho em equipe, no qual profissional e empresa atuam de forma coerente e integrada.

5. Mantenha a calma: a cabeça fica a milhão, a ansiedade muitas vezes toma conta, mas manter o autocontrole é essencial. Não deixe que o medo o atrapalhe. Confie em você e no seu trabalho. Não há motivos para nervosismo. Você é um bom profissional e sabe disso. Cabeça erguida, foco e pensamento positivo: eles vão gostar de você!

6. Pratique: dizem que a prática leva à perfeição, então, que tal dar uma ensaiadinha? Existem algumas perguntas que são “clássicas”no mundo das entrevistas, então, pense um pouco sobre você e seus objetivos de trabalho porque isso, com certeza, será colocado em questão. Pare diante do espelho, pergunte a si mesmo como você é no trabalho, quais são seus objetivos e qual sua expectativa em relação ao cargo pretendido. Fale sem medo de errar, observe-se e mantenha tudo na ponta da língua. Você não pode prever tudo o que será pauta, mas uma base é essencial.

Não há receita pronta para o sucesso. Nesse jogo, é você o responsável por avançar as casas no tabuleiro. Aposte suas fichas em cada oportunidade e não fique com receio de fracassar. Se não deu certo na primeira vez, tente a segunda e assim por diante. O não de hoje pode ser o sim de amanhã. Sempre há uma nova entrevista, uma nova chance, um novo caminho. É só não desistir.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...