Por Daniela Seibt >>

Todo profissional que tem sua carreira ligada à produção de eventos deseja uma experiência grandiosa e inesquecível. E eu terei a minha em breve. #SouRio2016

Sou voluntária e estarei participando do maior evento esportivo da atualidade: os Jogos Olímpicos Rio 2016. Apesar de todos os problemas, todas as críticas, torço muito para que as atividades se realizem dentro da normalidade – pra quem trabalha com eventos, sabe que imprevistos sempre acontecem, independente do porte, da estrutura, da localização onde ele acontece. Tenho orgulho de fazer parte de uma equipe empenhada em doar seu trabalho para contribuir com o sucesso da Rio 2016. E posso garantir que se depender dos esforços de comunicação do Comitê Organizador para motivar e despertar o vínculo de pertencimento dos mais de 50 mil voluntários, presentes na capital carioca e nas demais cidades sede do futebol olímpico, realizaremos as nossas tarefas com o entusiasmo que elas merecem.

Como boa relações públicas, durante todo o processo de seleção e após ser aceita no Time, estive atenta às ações de comunicação propostas pelo comitê para se relacionar com os voluntários. Muitas ferramentas foram utilizadas para diminuir as distâncias entre os membros da equipe e os líderes e coordenadores responsáveis por cada área de atuação. O espírito olímpico nos aproximou e acreditem: em todos os momentos, estivemos conectados por alguma atividade, seja nas redes sociais, seja presencialmente, mesmo que não fosse uma ação programada ou planejada.

Temos um ambiente chamado “Portal do Voluntário” onde recebemos todas as orientações sobre treinamentos (virtuais e presenciais), acessamos nossa lista de tarefas e cumprimos a jornada que nos fará entregar ao mundo os melhores jogos da história – essa é promessa de valor do evento e a qual estamos ligados desde o início da caminhada. Somos comunicados por e-mail sobre a atualização de nossos status, recebemos newsletter com histórias de membros da equipe, fazemos parte de grupos em redes sociais e aplicativos de celular, tudo coordenado pelos nossos líderes para nos manter animados e identificados com a Família Olímpica. Sim, nós fazemos parte da Família Olímpica!

Nos treinamentos presenciais, a recepção aos voluntários foi marcada pela alegria e pelo entusiasmo da equipe do comitê, sempre com sorriso no rosto e muita cordialidade. Os treinadores muito bem preparados, com conhecimento absoluto de todo o processo pré-evento, das funções e responsabilidades de cada área, habilidades de comunicação bastante apuradas, reforçaram a todo momento a importância da nossa disponibilidade e disposição para atuar nos Jogos. O espírito olímpico e a excelência estavam presentes também nesta etapa e era possível sentir a vibração do time pela proximidade do evento.

Nesse período de preparação, tivemos a oportunidade de compartilhar histórias, anseios, dificuldades, experiências, enfim, usamos a comunicação como estratégia para nos manter unidos e motivados pelos valores olímpicos. Prestar um serviço excelente é o compromisso que assumimos ao aceitarmos a condição de voluntários, em qualquer que seja a atividade para a qual fomos designados. Diferentes foram as motivações individuais para justificar o desejo de ser voluntário olímpico, mas foi a unicidade dos discursos, a comunicação simples utilizada pelo comitê organizador que fortaleceu nosso vínculo com a Rio 2016.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...