Por Fernanda Sarate >>

A cena é clássica: a empresa está prospectando um novo cliente, precisa apresentar seus produtos/serviços para um público estratégico ou realizar uma reunião para apresentar  uma ação importante, cuja aprovação depende desta apresentação. Emprega-se algum tempo para conquistar esta oportunidade, reservar local, coffee, providenciar um brinde especial… Mas, e a apresentação em si? Muitas vezes seu desenvolvimento é delegado a um terceiro e desenvolvida em poucas horas. Afinal, é só um “ppt”.

Neste caso, não é percebido o valor estratégico do desenvolvimento de uma boa apresentação. Por mais que o interlocutor tenha carisma e domine a oratória e o conteúdo, o material a ser apresentado é um recurso bastante útil de reforço e de convencimento. E, no caso do arquivo ser enviado via meios eletrônicos ou entregue impresso, sua relevância é ainda maior.

Confira abaixo algumas dicas para o desenvolvimento de apresentações:

1 – Apresentar é contar histórias. O arquivo é apenas um guia para sua explanação oral, a história deve estar em você, não na lâmina.

2 -Utilize pouco texto. Seth Godin tem uma recomendação bem específica quanto a isso: não mais que seis palavras por lâmina. Toda regra tem sua exceção, mas esta pode ser a base para repensar a quantidade de texto de suas lâminas. Caso a apresentação não seja realizada pessoalmente e, sim, enviada por e-mail, naturalmente você precisará utilizar mais textos, mas, sempre, a regra é ser conciso.

3 – Utilize bastante imagens para ilustrar suas ideias. De acordo com o “picture superiority effect” (efeito da superioridade da imagem), as imagens são processadas – e lembradas – com mais rapidez e mais facilmente do que as palavras.

4 – Boas apresentações normalmente contam com: tese, fundamentação e história – em qualquer ordem, dependendo do seu objetivo.

5 – Pensar em “lâminas interativas”, que lhe auxiliem a criar um momento de interação e picos emocionais, também são recursos interessantes quando bem dosados.

6 – Trate sua apresentação não como documentos administrativos, mas de design. Um bom design ajudará você a contar uma boa história e deixará seu arquivo mais profissional. Nesta hora, quatro princípios básicos do design podem ajudar: contraste, repetição, alinhamento e proximidade.

7 – Para que sua apresentação fique mais diferenciada, procure não utilizar cliparts. Para ilustrar, busque fotos, sobretudo imagens que criem metáforas visuais, que não sejam meramente imagens-legenda, que fiquem redundantes e mostrem visualmente exatamente o que está escrito com texto – isso não agrega, mas repete conteúdo.

8 – Coloque na pauta de trabalho a criação da apresentação, não deixe para desenvolve-la horas antes. Mesmo que você domine o conteúdo, é sempre bom treiná-la, testar seu tempo, recursos multimídia, etc.

9 – Tenha sempre em mente o objetivo da apresentação: persuadir, motivar, inspirar, podem ter bons objetivos. Estabelecer isso, o ajudará a desenvolver uma apresentação mais assertiva.

Fonte da imagem:http://www.meupalco.com.br/2011/07/suico-cria-partido-politico-contra-uso.html

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...