Por Aline Alquati

Continuando a nossa série de posts sobre links patrocinados (este é o 3°), hoje o assunto é análise e otimização de campanhas. Clique aqui para ler o 2° post.

Google AdWords e Yahoo Search Marketing oferecem ferramentas de relatórios personalizados, em que é possível visualizar dados de desempenho da conta, das campanhas, dos grupos, palavras, anúncios, URLs e mais no período de tempo desejado. Esses relatórios são bastante importantes para analisarmos os resultados das campanhas e prepararmos a estratégia a ser utilizada para melhorar o desempenho. Então, aqui vão algumas situações comuns e dicas básicas do que fazer:

Os anúncios da minha campanha de Link Patrocinado não aparecem quando procuro minhas palavras-chave: o principal motivo para os anúncios não aparecerem é o orçamento. Uma vez que o orçamento diário determinado é consumido, os anúncios param de veicular e voltam ao ar no dia seguinte. Para que isso não aconteça, o recomendado é aumentar o orçamento diário. Caso o anunciante não queira ou não possa investir mais, pode-se limitar o horário de veiculação dos anúncios de acordo com o horário em que o objetivo da campanha é atingido com maior frequência (maior número de compras, contatos etc.). Por exemplo, uma floricultura que efetua a maior parte de suas vendas entre 9h e 16h, deve considerar veicular seus anúncios apenas nesse período e não durante 24h. Para saber os horários que as campanhas recebem mais cliques e geram mais conversões, basta gerar um relatório de desempenho da campanha.

Minhas palavras-chave têm muitas impressões (número de vezes que o anúncio é exibido nos sites de busca), mas poucos cliques: deve-se analisar a posição que o anúncio aparece no resultado da busca para essas palavras. Se a posição estiver muito baixa, a solução é aumentar um pouco o custo por clique das palavras. Se essas palavras são muito genéricas, a solução é colocá-las em um grupo separadamente com anúncios mais específicos e que contenham essas palavras. Para saber quais palavras gastam mais, é só gerar um relatório de palavras-chave.

Minhas palavras-chave recebem muitos cliques, mas geram poucos contatos ou vendas: para quem não investe muito em campanhas de Link Patrocinados, isso pode ser um grande problema. Palavras que recebem muitos cliques, mas não geram retorno geralmente são palavras genéricas demais, como notebook, TV, livro etc. Quanto mais específica for a palavra (notebook 5000 xyz, TV LCD 42 polegadas, livro 123 1a edição, etc.), maior a chance de conquistar um contato ou uma venda. Outra dica no caso de e-commerce, é acrescentar termos de busca com as palavras “comprar” e “oferta” (comprar notebook 5000 xyz, oferta TV LCD 42 polegadas etc.).

Campanhas de Links Patrocinados exigem atenção constantemente. Não adianta colocar a campanha no ar e esquecer que ela existe. O ideal é analisar a campanha pelo menos duas vezes na semana e fazer modificações de acordo com a necessidade. Mas cuidado: fazer alterações diárias na campanha também não é uma boa idéia, pois leva alguns dias até que a otimização surta efeito, e os resultados comecem a melhorar. Assim, o ideal é modificar as campanhas aos poucos e identificar qual técnica funciona melhor para cada campanha.

.

>> Veja também: Campanha de Links Patrocinados: por onde começar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...