11
ago
2011

O que são tendências e como descobri-las

Por Maria Alana Brinker >>

Este post foi publicado, originalmente, no blog A Bordo da Comunicação em 9/8/11.

Quem trabalha com planejamento e criação de marcas, produtos e campanhas sabe a importância da pesquisa de tendências.

Para começarmos a falar dela, primeiro precisamos diferenciá-la de outro conceito comumente utilizado de maneira errada em seu lugar: a moda.

A grande diferença entre tendência e moda está no tempo e na maneira como as duas se manifestam na sociedade. A primeira começa a ser manifestada aos poucos, quase que sutilmente pelos formadores de opinião, e leva, em média, de oito a dez anos para atingir as demais pessoas.

Já a moda, além de atingir a grande massa rapidamente, é momentânea. Temos como exemplos os cortes e cores de cabelos (curtos e escuros no inverno; compridos e com mechas claras no verão) e as roupas usadas pelas atrizes nas novelas (estilo indiana, como em Caminho das Índias; disco music, como em Dancing Days), que com a mesma rapidez que chegam, saem das lojas.

COMO DIFERENCIAR UM COMPORTAMENTO COMUM DE UMA TENDÊNCIA?

Quando as mudanças observadas no comportamento das pessoas são incorporadas ao dia a dia da sociedade ou de uma comunidade – pode ser de um estado ou cidade também – deixam de ser tendências. Como exemplo, podemos citar as práticas de sustentabilidade, que, apesar de já serem defendidas e praticadas por algumas instituições, ainda não fazem parte da nossa rotina. Logo, ainda são uma tendência.

Todo processo de tendência surge de uma mudança ou inovação, seja ela econômica, tecnológica, sociodemográfica etc., que é refletida no comportamento do consumidor através dos disseminadores, classificados em:

– Alfa ou ditadores de tendências: correspondem a apenas 3% das pessoas (Os alfa não têm necessidade de disseminar. Usam ou fazem algo simplesmente porque gostam.);

– Beta ou disseminadores de tendências: são 17% das pessoas;

– Mainstream ou absorvedores de tendências: é a grande massa, correspondente a 80% das pessoas.

QUANDO E COMO PESQUISAR TENDÊNCIAS?

O melhor momento para pesquisar tendências é quando houver mudanças de comportamento na sociedade. Ou seja, sempre!

Sair atrás de tendências é algo que qualquer um pode fazer, mas requer tempo e paciência.

A dica é: vá passear (sem levar seu celular e outras tecnologias que interfiram na sua concentração) e observe as pessoas. Pode ser num parque, num supermercado, no shopping, no seu bairro… E esteja atento aos detalhes, mesmo que sutis, no comportamento delas. Fotografe, escreva… Registre de alguma forma aquilo que você achar interessante e diferente. Pode ser um botão na roupa de alguém, um pin numa mochila, o jeito de prender os cabelos, uma palavra dita. Enfim, qualquer coisa. Depois, deixe um recado aqui abaixo do post dizendo quais as tendências que você encontrou!

Boa sorte!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...