Por Janini Poncio >>

O segredo das marcas é atingir o coração. Saiba como.Podemos notar, aos poucos, uma mudança no cenário das marcas e empresas. Antes, elas conquistavam e utilizavam dados e a privacidade do público facilmente. Hoje em dia, o consumidor está mais exigente, espera ser conquistado pela empresa, e não o contrário. Segundo o especialista em Branding de Stanford, Edward Leaman, esta é uma nova era, onde as marcas deveram investir seus esforços para criar e manter um bom relacionamento com seus clientes.

Em entrevista ao Mundo Marketing, o especialista fala sobre esta nova era e o que muda para as marcas a partir de então. Edward ressalta: “Isso exige que as marcas provem que o relacionamento que constróem com as pessoas é significativo, em vez de simplesmente roubarem dados e depois enviarem um monte de ofertas e coisas que pensam que o consumidor deseja. É tudo sobre um relacionamento com significado. Estamos no começo da era em que a ideia de significado ou de cuidado se torna muito importante. Estamos vendo, nos Estados Unidos, a importância do que chamamos de impacto social, em que as marcas devem ser vistas e sentidas como parte da comunidade e não apenas como um agente que ganha dinheiro dela. É preciso devolver algo para as pessoas”.

Nós, como consumidores, sentimos a necessidade de receber algo em troca, de sentir que fizemos o certo escolhendo uma marca que se preocupa e que faz algo além de vender um produto ou serviço. Podemos notar este impacto social que o autor se refere em algumas ações diferenciadas de determinadas marcas, ao abordarem assuntos ainda pouco tratados na mídia, ou ao investirem parte de seu lucro em causas sociais. Ou seja, ações que façam alguma diferença na sociedade. Edward, na entrevista, diz ainda que “Uma marca tem a ver com coragem e valores. É claro que há considerações financeiras para serem feitas, mas, fundamentalmente, uma empresa precisa ter coragem de colocar seus valores, suas crenças e sua filosofia diante dos consumidores”. A cultura da empresa nem sempre é levada a sério pelos gestores, mas, na verdade, ela é e sempre foi um grande diferencial. E o consumidor necessita entender o que é a empresa, no que ela acredita e almeja. Além de tudo, é o que transmite credibilidade ao público, que muitas vezes aposta antes no discurso do que no próprio serviço oferecido (apesar da qualidade deste ser essencial).

O fato é que esta nova Era do Consumidor não está muito longe de nosso cenário atual. Mas a pergunta é: as marcas estão preparadas para isso? Os profissionais de comunicação, e diria, principalmente, os profissionais de Relações Públicas, têm a noção do quão essencial são as preferências do público, mas para isso, é preciso abrir os olhos das empresas e das marcas que necessitam, primeiramente, entender a evolução do cenário e a necessidade de investir em relacionamento. Como diz Edward: “É tudo sobre um relacionamento com significado”.

Confira a entrevista completa de Edward Leaman: http://www.mundodomarketing.com.br/entrevistas/33817/-marcas-ainda-sao-feitas-para-pessoas-em-vez-de-se-moverem-entre-elas-.html

Fonte da imagem: http://www.conarec.com.br/images/6d3c73e757333779ebb8bec75e29d8b6_L.jpg

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...