Por Maria Alana Brinker >>

Você usa as mídias sociais para o bem? Já se deu conta do poder que ela te dá?

Assim como você e muitos outros internautas, uso as mídias sociais para inúmeras funções: atualizar este blog, pesquisar, manter o contato com amigos e dar aquela espiadinha básica na “Página Inicial” do Facebook para conferir as últimas postagens dos meus contatos. Mas, além disso, um tipo de manifestação tem me chamado bastante atenção: as manifestações para o bem!

Piratinha e #usaíbolt: como o Grêmio e o ICD usam as mídias sociais para o bemO que eu nomeei de manifestações para o bem nada mais são do que um movimento que pessoas, grupos e empresas estão fazendo para ajudar o próximo. Sim, ajudar pessoas, animais e o próprio meio ambiente.

GRÊMIO E O CASO DA PIRATINHA

Alguém aí ficou sabendo do caso da Piratinha, uma linda menina de três anos chamada Gabrieli Van Oudheusden Medeiros, que luta para se recuperar da leucemia e que tinha o desejo de conhecer o jogador tricolor Barcos? Pois bem, seu desejo era tão forte que parou na Internet. A comoção dos torcedores gremistas foi tamanha, que o gesto da Piratinha (imitava um pirata assim que via Barcos na TV) virou hit na web – a imagem recebeu mais de 4 mil compartilhamentos e, aproximadamente, 10 mil curtidas. Como era de se esperar, a notícia dessa fã Piratinha e #usaíbolt: como o Grêmio e o ICD usam as mídias sociais para o bemespecial logo chegou a Barcos, que pegou a família e viajou 600 Km até o hospital onde a menina estava. Coincidência ou não, um dia depois da visita ela recebeu alta.

ICD E A CAMPANHA #USAÍBOLT

Parece que o mês de março mexeu com os corações nas mídias sociais! O Instituto da Criança com Diabetes (ICD) do Rio Grande do Sul lançou a campanha no Twitter #usaíbolt, com o objetivo de ter a 15ª edição da Corrida para vencer o Diabetes (evento que arrecada fundos para o Instituto) promovida pelo medalhista olímpico Usain Bolt. Foram muitas tweetadas da hashtag para convencer Bolt a vestir a camiseta da corrida, até que… Não, Usain Bolt ainda não vestiu a camiseta. Mas já está com ela (assista ao vídeo abaixo para vê-lo recebendo)!

As mídias sociais estão aí, e nos empoderam para qualquer coisa. Cada um é que decide para o quê vai usá-las. A minha dica é: quer compartilhar coisas engraçadas, fotos suas, piadas, indignações…? Vá em frente. Mas use-as, também, para fazer o bem! O mês de abril tá começando. Quem sabe você também não ajuda a fazer dele um mês especial como foi março? #ficaadica

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

Fontes das imagens:

www.foxsports.com.br
globoesporte.globo.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Mario Ederich

    Essas manifestações para o bem são importantes, porém, entendo que as pessoas estão usando essas ferramentas das mídias sociais sem se preocupar com o resultado efetivo da ação que na verdade não é uma ação. O simples fato de postar indignações com políticos ou comportamentos, ou campanhas positivas de participação e mobilização não gera efeito se as pessoas não saírem da zona de conforto em frente ao computador e expressarem a sua opinião e indignação com AÇÕES. Devemos sair do mundo virtual e andar pela realidade. Mas, muito bom o artigo, e com certeza essas manifestações para o bem, como bem descrito pelo artigo, é melhor do que a ausência absoluta de qualquer mobilização.

    • Olá, Mario!
      Entendo que a maioria das pessoas ainda usa as redes sociais para manifestar suas indignações e não passa disso. Mas, pelos resultados que tenho visto ultimamente (um exemplo foram as manifestações no Facebook e no Twitter contra o último aumento da passagem de ônibus em Porto Alegre, que resultaram na volta ao antigo preço), acredito que há, sim, um bom movimento estimulado por essas indignações. Isso sinaliza que os internautas, mesmo não sendo a maioria, saem da sua zona de conforto algumas vezes. Claro, tudo depende do grau de interesse de cada um. 😉

      Obrigada pelo teu comentário e sejas bem-vindo ao blog!