16
jan
2015

Por que empreender no Brasil

Por Felipe Uhr >>

O que pensamos quando falamos em empreendedorismo? Abrir um negócio próprio? Investir em algo novo? Na verdade é muito mais que isso, mas temos um começo.

Por_que_empreender_no_BrasilA palavra empreender, significa começar algo novo, difícil, que pode ser complicado. Em termos práticos empreender é arriscar, é sair da zona de conforto. Mas por que estou falando disso? Isto é bem fácil de explicar. O assunto anda tomando a vida dos brasileiros e por isso sua importância. Uma breve pesquisa e você descobre que, segundo a Endeavor, 76% da população quer ter o seu próprio negócio. Acontece que apenas 19% pretende, de fato, investir nisso nos próximos cincos anos. Ou seja, temos vontade mas então porque isso não se concretiza? Com certeza o desconhecimento sobre isso pode ser um empecilho. Abaixo, fiz alguns tópicos do que achei relevante, entre aspectos negativos e positivos, e coloquei o meu pitaco quanto ao que pode ser feito quando estamos falando de empreendedorismo no Brasil, alguns bastante interessantes e que podem lhe ajudar se você está pensando nisso.

Impostos

Comecei com este por ser o pior. Sabemos que isso é problema. Temos uma das cargas tributárias mais altas do mundo e um dos piores retornos. Além disso, para quem tem seu próprio negócio existem as normas tributárias e, segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), elas são mais 11 mil ao longo do ano. Ok, se você acha o fim do mundo pare por aqui, nem termine de ler o resto do texto. Afinal, com ou sem o próprio negócio os impostos estão aí e crescemos com eles. Se temos que ser mágicos e dar um jeito de vencê-los, tudo bem, vamos em frente! Os próximos itens irão te encorajar. Eu prometo.

Linhas de Financiamento

Desde a criação do Plano Real, todos sabemos que nossa economia é mais estável. Já não temos que sair correndo ao super mercado nem correr o risco de raparem o pouco dinheiro quem temos na poupança. O fato é que essa estabilização proporcionou aos bancos um maior conforto e, consequentemente, crédito facilidado. Se você acha que o problema é dinheiro para começar seu negócio, esqueça. Os bancos oferecem, SIM, linhas de financiamento conforme sua renda e negócio que queira formar. Pesquise direito, fale com dois ou três gerentes diferentes. Informe-se a respeito. Mas vá com calma. Dependerá de você fazer o empreendimento dar certo para pagar por esse empréstimo. Vou te lembrar que o gerente do banco é seu amigo até você não ter mais o que ele quer.

Ideias Novas

Nada se cria tudo se copia já dizia o velho guerreiro Chacrinha, mas nem tudo é tão engraçado assim quando estamos falando de negócio. Você sabia que apenas 11% dos produtos e serviços oferecidos no Brasil são inovadores? Esse é um dos piores índices entre os grandes países. Carecemos de ideias criativas ou pelo menos inovadoras. Portanto, pense bem antes de empreender em algo. Perguntas como: Isso é realmente importante aonde você está criando?, Já existe? e Como ser diferente? podem te fazer não cair numa furada. É claro que não podemos fazer de um dia para o outro um restaurante entre as nuvens ou uma boate embaixo da água, o que seria bastante inovador e interessante de fato, mas longe da alçada realista. Não estou falando de ideias revolucionárias que dependem de investimentos milionários, e sim de pequenos atos ou ideias que fazem a diferença. Isso já é o suficiente para começar um negócio. Como a pizzaria que tem sabores com nome de filmes por exemplo. Gostei da “Velocidade Máxima”

Arriscar no Crescimento

Quando falo de arriscar estou falando de algo realmente grande. Você quer abrir seu negócio apenas pra não ter mais aquele chefe mala que está te cobrando o relatório ou por que você não aguenta mais tanta reunião? Ou é por que você quer ter uma empresa que realmente cresça como negócio? Você quer ter dois funcionários e um estagiário, ou quer dar emprego a 30 pessoas gerando renda e oportunidades? Eu falo isso por que os dados nesse sentido não são animadores. Segundo o IBGE, apenas 0,7% de todas as empresas no Brasil têm 20% de crescimento ao ano e geraram 48% dos novos empregos no ano de 2011. Vejo um certo medo em expansão de negócios. A mesma pesquisa indica que 10% dos empreendedores pretende contratar cinco pessoas nos próximos cinco anos. Seja ousado, digo isso pois pessoas ousadas são fadadas ao sucesso. Claro, temos de ser responsáveis e realistas. Há casos que de fato não existe a necessidade de um aumento de funcionários. Mas creio que na maioria dos casos há um medo em arriscar, portanto, pense nisso quando for investir no seu trabalho. É bom lembrar que o crescimento da sua empresa não ajudará só a você, mas a todo um sistema que nesse caso depende de você se tudo der certo.

Empreendedorismo, acima de tudo, é sair da rotina, é fazer de uma ideia um pensamento, algo que mude um estado inerte. É levar o crescimento social e econômico a uma região ou bairro. Os casos estão aí. Na nossa vizinha que vende pastel com rostos, ou na sua prima que faz roupas novas usando peças antigas e criatividade. Enfim, tudo isso é empreender. Seja com pouco ou grandes recursos financeiros, o meu conselho é que se você tem algo guardado ponha-o em prática. Você estará ajudando as pessoas tornando-se um empreendedor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Mateus

    Além do medo de empreender e de sair de uma posição de teórico conforto financeiro, as pessoas tendem a não acreditar no seu próprio potencial e se escondem em grupos maiores.

  • Pingback: Por que empreender no Brasil()