Por Maria Alana Brinker >>

Motivação para trabalhar é um dos temas mais explorados e debatidos em livros e palestras que já vi. Até porque é isso que faz aumentar a produtividade e gerar lucro para as empresas, certo?!

Propósito ou dinheiro saiba o que motiva mais no trabalho

O economista comportamental Dan Ariely, em uma conferência do TEDx (Adoro e recomendo muito os vídeos do TEDx!), falou que não são apenas o dinheiro e a satisfação nossos principais motivadores, mas sim os progressos constantes e os propósitos pelos quais trabalhamos. Concordo!

Conheço algumas pessoas que depois de um tempo em um emprego ou serviço bem remunerado perceberam que o dinheiro passou a não ser a principal motivação. Algumas pediram demissão e partiram para outros desafios. Outras continuam no mesmo lugar sem se sentirem tão motivadas quanto queriam. E isso vai de pessoa para pessoa, varia muito de situação. Cá para nós, nem sempre é fácil mudar de emprego quando se tem filhos ou muitas contas para pagar.

Quer ver um case bem inspirador, e na área de Comunicação? Hoje mesmo li uma entrevista no site do jornal Zero Hora com a relações-públicas Patrícia Vieira. Ela deixou seu emprego numa multinacional e optou por outro estilo de trabalho, mais informal e menos remunerado, mas, segundo ela, muito mais satisfatório. “Comecei a ouvir das pessoas a palavra coragem, todos diziam que eu era muito corajosa por ter aberto mão de uma certa “zona de conforto”. Mais tarde, descobri que o significado da palavra coragem é “agir com o coração”, aí então entendi o que eu fiz.” (Legal, né? Clique aqui para ler a entrevista completa!)

MAIS DESAFIADOR DO QUE SE MOTIVAR É MOTIVAR EQUIPES

E para quem precisa motivar, qual é o desafio? Já pararam para pensar nos gestores de equipes, que precisam manter as pessoas engajadas o tempo todo? O líder é como qualquer pessoa: tem altos e baixos, passa por momentos de indecisão e desmotivação. A diferença é que as pessoas enxergam nele uma referência, e como tal ele precisa dar exemplo, mostrar o quão importantes são os propósitos que a equipe precisa seguir e dar um norte à ela, sempre com a certeza de que o esforço para chegar lá não é em vão.

E A REMUNERAÇÃO?

Com certeza ela é muito importante. Não sejamos ingênuos em pensar que oferecer vagas com remunerações que não condizem com as experiências e habilidades do profissional vai retê-lo. Mesmo não sendo considerado o mais importante, o fator remuneração, muitas vezes, é o que determina se um profissional aceita ou não a proposta de um concorrente. E aí entra a retenção de talentos.

Então, o que mais motiva você?

No vídeo abaixo você confere a palestra do Dan Ariely, no TEDx.

Referências:
http://www.ted.com/talks/lang/pt-br/dan_ariely_what_makes_us_feel_good_about_our_work.html

http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/vida-e-estilo/bem-estar/noticia/2013/08/a-relacoes-publicas-que-reinventou-a-sua-relacao-com-o-trabalho-4251049.html

Fontes das imagens:
www.rmmagazine.com
eofdreams.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...