Por Fernanda Sarate >>

O sociólogo Zygmunt Bauman afirma que a efemeridade é uma das principais características de nosso tempo. Neste contexto, surge uma mídia social cujo princípio básico está bastante alinhado à “modernidade líquida”: o Snapchat. Saiba mais sobre o Snapchat e como ele já está sendo utilizado na estratégia de comunicação e marketing de algumas empresas.

O que é o Snapchat

É um aplicativo de mídia social para envio de mensagens, fotos e vídeos instantâneos. O conteúdo compartilhado por meio do Snapchat fica disponível por um tempo bem restrito, podendo durar apenas alguns segundos antes de ser “destruído”. Em função de sua natureza efêmera, essa mídia social foi rapidamente adotada, sobretudo pelos Millennials, para envio de conteúdo mais pessoal ou íntimo.

Alguns dados sobre o Snapchat

Conforme dados divulgados pelo Snapchat:

  • São mais de 100 milhões de usuários diariamente ativos.
  • Seu público principal é constituído de pessoas entre 13 e 34 anos.
  • Cerca de 70% de seu público é do sexo feminino.
  • Mais de 7 milhões de vídeos são visualizados diariamente no Snapchat.
  • O valor estimado da empresa é de 16 milhões de dólares.

Quatro exemplos de empresas que estão utilizando o Snapchat

Confira quatro exemplos de organizações que já estão utilizando o Snapchat.

1) WWF

A WWF criou uma campanha de sensibilização relacionando o “desaparecimento” do conteúdo da mídia social à extinção de algumas espécies de animais que também poderão desaparecer de verdade.

2) Prefeitura de Curitiba

A Prefeitura de Curitiba é um case de gestão de mídias sociais. Com ideia semelhante à da WWF, a prefeitura lançou a campanha Snapchild para alertar sobre o desaparecimento de crianças no Brasil.

3) 16 Handles

Feb_Whats_Happening-16-handlesA empresa americana de iogurtes foi uma das pioneiras na utilização do Snapchat. Uma de suas primeiras ações foi oferecer cupons de desconto que ficavam disponíveis por apenas 10 segundos para quem enviasse um snap seu tomando um iogurte da marca.

 

4) National Organization of Rare Diseases + Miami Ad School

A Miami Ad School criou para a Nord (National Organization of Rare Diseases) uma ação em parceira com a Snapchat. Há uma doença chamada retinoblastoma (câncer que afeta o olho de criança). Há um recurso para descobrir se a criança é portadora da doença que é bastante simples, porém desconhecido: tirar uma foto frontal com o flash ligado. Por isso, a equipe que desenvolveu a ação criou um filtro específico para o Snapchat que, ao tirar a foto, revela uma mancha característica no olho da criança que possui a doença.

Dicas finais para utilizar o Snapchat na estratégia de marketing

Lembre-se, sua estratégia de marketing não precisa ser o que Seth Godin chama de “sundae de almôndegas”: não é por que surge uma nova mídia social que sua empresa precisa, necessariamente, investir nela agora. Entretanto, se você avaliou que vale a pena incluir essa mídia social em sua estratégia de comunicação e marketing, confira algumas dicas finais baseadas nas boas práticas já adotadas.

1) Promova a sua conta do Snapchat

Esse é o passo básico, mas vale sempre lembrar: comunique o seu público sobre a novidade e mostre como ele poderá encontrá-lo nessa mídia social.

2) Produza conteúdo específico

O Snapchat possui caracaterísticas próprias. Assim, o conteúdo que foi divulgado em outros canais pode não ser adequado para esse. Para que você conquiste seu público de interesse, produza conteúdo específico e relevante para ele.

3) Mostre os bastidores

Empresas que mostraram um pouco de seus bastidores tiveram bom retorno no Snapchat, humanizando sua marca (a Amazon realizou uma série de vídeos com esse intuito). Entretanto, é preciso fazer isso criando boas histórias que despertem a curiosidade de seu público.

4) Ofereça recompensas

Essa é uma das ações mais populares entre as empresas que estão utilizando essa mídia social. Ofereça cupons, descontos ou outras recompensas aos usuários que realizarem determinadas tarefas (desde seguir o seu perfil até enviar um vídeo específico).

O Snapchat, assim como as demais mídias sociais, possui características próprias. É uma plataforma opt-in, ou seja, o conteúdo só será visualizado pelo usuário se houver uma concordância dele em recebê-lo. Assim, é preciso produzir conteúdo atrativo e relevante, afinal o público lá não está em busca de publicidade, mas quem oferecer uma boa experiência de marca poderá conquistar atenção e obter sucesso. Você já utiliza o Snapchat? Conhece alguma ação de comunicação ou marketing realizada por alguma empresa nessa mídia social? Compartilhe nos comentários!

Fonte das imagens:

http://cdn3.vox-cdn.com/assets/4387079/snapchaticons.png

http://sotaquecarioca.com.br/wp-content/uploads/2015/07/Feb_Whats_Happening-16-handles.jpg

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Renata Valim Dos Reis

    Muito bom! Informações úteis e importantes mostradas de forma clara e objetiva. Parabéns!