Por Fernanda Sarate >>

youtubeO vídeo é um importante recurso para nós, comunicadores, seja para engajar funcionários em ações internas, lançar um novo produto ou para reforçar relacionamento com nosso público de interesse.

Hoje, ter um canal de vídeos no YouTube pode ser parte de uma boa estratégia, porém, não basta lançá-lo com um vídeo institucional que sempre existiu; é necessário ser ativo e estar alinhado com o que seu público está buscando.

Confira algumas dicas para desenvolver o conteúdo de seu canal no YouTube:

  1. Descubra sua vocação: conforme Alexandra Varassin, Brand Solutions do Google, em matéria do site da Exame, o YouTube mapeou três grandes temas que têm expressivo potencial de engajar o público: educação (exemplo: Manual do Mundo), entretenimento (exemplo: Porta dos Fundos) e a utilidade (canais que ensinam, por exemplo, técnicas de maquiagem).

  2. Assista a vídeos na internet: você precisa conhecer os bons e os maus exemplos. Analise os vídeos dos canais de maior sucesso e vídeos produzidos para ações especiais como o Super Bowl, tente entender o motivo de seu sucesso ou fracasso e tenha isso em mente no momento de desenvolver o seu vídeo.

  3. Não imponha o seu conteúdo: descubra que tipo de vídeo seu público procura. Mesmo que você tenha uma pauta específica para tratar, a forma como você irá abordá-la faz muita diferença. Como exemplo, Alexandra cita o canal da Volvo que precisa falar sobre caminhões mas que encontrou um jeito de entreter seu público com isso.

  4. Abra espaço para o seu público: com a internet e as mídias sociais, quem era receptor encontrou espaço e ferramentas para virar também distribuidor e criador de conteúdos. Com isso, mais pessoas têm voz e sua própria “audiência” para falar sobre os assuntos de seu interesse. Saímos do “mainstream”, da mídia de massa, para o “mystream”. Este pessoal está disposto a compartilhar sua criatividade e audiência com marcas que ofereçam desafios relevantes ou que tenham valores simulares aos seus. Alexandra cita como exemplo de boa prática,o vídeo de segurança da Virgin, com dançarinos convocados por meio do Youtube.

  5. Utilize conteúdo próprio: diversos canais do Youtube são excluídos e vídeos negados por utilizarem conteúdo de terceiros sem autorização. Informe-se sobre as regras para uso de imagens e músicas de outras pessoas e, quando possível, utilize conteúdo próprio, assim, você ofertará a seu público algo exclusivo e poderá fortalecer sua marca.

  6. Relacione-se: interaja, responda os comentários. Além de relacionamento, você estará tendo feedback do que o público está achando do seu conteúdo.

Além dessas dicas, vale lembrar que planejamento é muito importante. Produzir vídeos, hoje, está bem mais fácil e acessível, mas demanda tempo, dinheiro e envolvimento. Antes de iniciar, certifique-se de estabelecer o objetivo e metas desta ação, desenvolva um bom roteiro. E, depois de lançá-lo, divulgue-o de forma adequada para seu público de interesse. Lembre-se de que o trabalho não termina aqui: é necessário monitorar o desempenho de seu vídeo, acompanhar como o seu público está avaliando e interagindo com o material, perceber os pontos positivos e o que é possível melhorar nos próximos vídeos a serem desenvolvidos.

Fontes:

http://tecnologia.terra.com.br/internet/britanico-da-5-dicas-de-como-fazer-sucesso-no-youtube,3d08fe32cdbda310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/4-passos-do-google-para-uma-marca-fazer-sucesso-no-youtube

Fontes das imagens:

goo.gl/SkBPdM

goo.gl/WROqBG

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...