Por Maria Alana Brinker >>

“Para se ter sucesso, é necessário amar de verdade o que se faz. Caso contrário, levando em conta apenas o lado racional, você simplesmente desiste. É o que acontece com a maioria das pessoas.” (Steve Jobs em evento do Wall Street Journal, 2007)

A partir de ontem à noite, dia 5, com o comunicado da morte de Steve Jobs, o mundo da tecnologia ganhou não somente um imortal, mas um símbolo a ser seguido por todos os que já estão e ainda entrarão neste meio.

Todas as notícias que vi de Steve Jobs, desde sua morte, ressaltaram nele duas coisas: o quão importante ele foi para o mundo da tecnologia da comunicação, ao criar quatro aparelhos que revolucionaram a maneira como nos comunicamos – iMac, iPod, iPhone e iPad – e sua luta contra o câncer no pâncreas desde 2004. Mas o que vemos em sua biografia e em alguns vídeos que se disseminam pela internet (especialmente no que você pode assistir logo abaixo) é a história de uma pessoa que, mesmo desprovida de recursos financeiros, conseguiu não somente atingir um alto patamar de condição de vida e colocação profissional, mas algo muito mais importante do que isso: fazer a diferença no mundo.

UM LÍDER

Através de sua criatividade, exigência e espírito de liderança, Jobs interferiu de maneira muito positiva na Comunicação. E agregou seus valores pessoais à marca Apple, tornando-a uma das lovemarks mais fortes e conhecidas globalmente, e provando que a cultura organizacional tem fortes raízes em sua pessoa.

Jobs trabalhou como ninguém o relacionamento com seus consumidores, priorizando, entre muitas coisas, a interface com o usuário (valorizou algo que seu concorrente não priorizava tanto). Segundo ele, um simples curso de caligrafia feito logo após abandonar a faculdade foi o que o ajudou a ter melhores noções de estética e formas, colaborando para o desenvolvimento de produtos com características únicas em matéria de recursos visuais.

Ao comprar a Pixar de George Lucas, colocou nos filmes e desenhos seu toque de criatividade e genialismo, inovando de novo, dessa vez no estilo de animação que chegava às telas.

E agora que o líder se foi, seus fãs (e eu me incluo aqui) prestam inúmeras homenagens em todas as partes do mundo, e se perguntam: como será o mundo sem ele? Sim, porque Jobs foi, acima de tudo, um norteador para cada jovem amante das tecnologias da Comunicação. Aliás, a marca Apple é tão forte que seus valores podem ser sentidos mesmo por aqueles que, incrivelmente, nunca ouviram falar de seu criador.

Jobs representa muito mais do que um visionário. Ele conseguiu reunir qualidades que o tornaram especial como profissional e ser humano. Ele foi e continuará sendo inspiração para muitos jovens, que como estes do vídeo abaixo, gostariam de tê-lo presente em sua formatura.

Meu post de hoje pode até parecer romântico demais para você, mas achei necessário expressar um pouco do que sinto com relação à perda de um líder como ele. Acredito que muitos se identifiquem com as minhas palavras… Se não pelo o que disse sobre Jobs, pelo o que disse sobre suas inovações e contribuições.

Se você ainda não assistiu, veja o discurso dele para formandos da Universidade de Stanford, na Califórnia (EUA).

 


SAIBA UM POUCO MAIS DA VIDA DE STEVE JOBS PELA LINHA DO TEMPO:

Steven Paul Jobs –  nascimento: 24/2/1955

1955 – Nasce em Los Altos, Califórnia, filho de Joanne Simpson (o nome de seu pai não é conhecido).

1955 – Adotado na infância por Paul e Clara Jobs em São Francisco, Califónia. Cinco meses depois mudam-se para Mountain View, no mesmo estado.

1969 – Recebe uma oferta de emprego de verão na HP (Hewlett-Packard).

1971 – Conhece Steve Wozniak, com quem funda a Apple anos depois.

1972 – Forma-se na Homestead High School, em Los Altos.

1972 – Larga a faculdade Reed College, em Portland, Oregon, após um semestre de aula.

1974 – Começa a trabalhar na Atari Inc. como técnico.

1975 – Começa a freqüentar os encontros do “Homebrew Computer Club”, que discutiam computadores domésticos.

1976 – Jobs e Wozniak levantam 1.750 dólares e constroem seu primeiro computador de mesa comercial, o Apple I.

1976 – Funda a Apple Computer Company com Wozniak e Ronald Wayne (que vende sua parte duas semanas depois).

1976 – Lança o Apple I por 666,66 dólares, o primeiro computador em placa-única (single-board) com uma interface de vídeo e uma ROM (Read Only Memory) a bordo, que dizia à máquina como rodar programas a partir de uma fonte externa.

1977 – Nasce a Apple Computer Inc.

1977 – A Apple lança o Apple II, o primeiro computador pessoal amplamente usado no mundo.

1978 – Nasce sua primeira filha com Chris-Ann, chamada Lisa Nicole.

1979 – Início do desenvolvimento do Macintosh.

1980 – É lançado o Apple III.

1981 – Jobs se envolve pessoalmente no desenvolvimento do Macintosh.

1983 – Recruta John Sculley como presidente e CEO da Apple.

1983 – Anuncia “Lisa”, o primeiro computador controlado por mouse, que fracassa no mercado.

1984 – A Apple lança o Macintosh com uma grade campanha no Super Bowl.

1985 – Ganha a Medalha Nacional de Tecnologia do então Presidente norte-americano Ronald Reagan.

1985 – Jobs sai da Apple após diferenças com Sculley. Ao sair, ele leva junto cinco funcionários da companhia.

1985 – Funda a empresa Next Inc., para desenvolver hardware e software. A companhia depois foi renomeada para Next Computer Inc.

1986 – Compra a Pixar de George Lucas por menos de 10 milhões de dólares – a empresa depois foi renomada para Pixar Animation Studios.

1989 – A Next lança o computador NeXT Computer (US$ 6.500), também conhecido como The Cube. O aparelho possui um monitor monocromático, mas fracassa no mercado.

1989 – A Pixar vence o Oscar de Animação com o curta-metragem “Tin Toy”.

1991 – Casa com Laurene Powell, com quem possui três filhos e é casado até hoje.

1992 – Next lança o sistema operacional NEXTSTEP para os processadores 486, da Intel. Ele falha frente à concorrência com o Windows, da Microsoft, e o OS/2, da IBM.

1993 – Next fecha a divisão de hardware e muda o foco apenas para software.

1995 – A animação “Toy Story”, da Pixar, alcança a maior bilheteria do ano nos cinemas dos EUA.

1996 – A Apple compra a Next Computer por 427 milhões de dólares em dinheiro e ações. Jobs torna-se conselheiro do presidente Gilbert F. Amelio.

1997 – Torna-se CEO e presidente interino da Apple, após a saída de Amelio. O salário de Jobs é de 1 dólar.

1998 – Apple lança o computador “tudo-em-um” iMac, que vende milhões de unidades, revivendo financeiramente a empresa e aumentando o valor de suas ações em 400%.

1998 – Apple volta a ter rentabilidade, registrando quatro trimestres lucrativos em seguida.

2000 – Jobs retira o termo “interino” de seu cargo.

2001 – É lançado o sistema operacional da próximo geração, o OS X, baseado em Unix, com upgrades ao longo dos anos.

2001 – Apple faz sua primeira incursão no mercado de produtos eletrônicos com o lançamento do iPod, que registrou mais de 2 milhões de unidades vendidas em 2004 e sacudiu o mercado de música.

2002 – Lança a versão com tela plana  do iMac. A empresa estampa a capa da revista “Time” naquele ano e vence vários prêmios de design.

2003 – Steve Jobs anuncia a loja iTunes Music Store, que vende músicas e álbuns.

2003 – Jobs lança o computador pessoal PowerMac G4 de 64-bit.

2004 – É lançado o iPod Mini, uma versão menor do iPod original.

2004 – Em fevereiro, Jobs encerra a parceria altamente bem-sucedida entre a Pixar e a Disney para a produção e distribuição das animações da Pixar.

2004 – Em agosto, Jobs é diagnosticado com câncer no pâncreas e é operado. Ele se recupera e volta ao trabalho no mês seguinte.

2004 – Sob a supervisão de Jobs, a Apple anuncia seus melhores números num quarto trimestre em quase 10 anos, ajudada pelo ressurgimento de sua rede de varejo e pelas vendas do iPod. A receita do período é de 2,35 bilhões de dólares.

2005 – Durante sua conferência anual WWDC, a Apple anuncia que está deixando de usar processadores PowerPC, da IBM, em seus computadores para adotar os processadores da Intel.

2007 – Jobs anuncia o iPhone, o primeiro smartphone sem um teclado físico, durante o evento Macworld Expo.

2008 – Em dezembro, a Apple anuncia que Jobs não realizará mais a keynote da Macworld Expo 2009 nem estará presente no evento. Esse fato imediatamente inicia especulações sobre sua saúde. Além disso, a companhia anuncia que não participará mais da exposição após essa edição.

2009 – No início de janeiro, Jobs revela que sua grande perda de peso foi causada por uma disfunção hormonal. Na época, ele afirmou que sua condição não atrapalharia suas habilidades para atuar como CEO.

2009 – Em junho, o Wall Street Journal noticia que Jobs passou por um transplante de fígado. Depois um hospital do Tennesse publica uma declaração confirmando a operação. Apple confirma que Jobs retornou ao trabalho no final deste mês.

2010 – No final de janeiro, Jobs apresenta o iPad como um produto “verdadeiramente mágico e revolucionário”.

2010 – iPad chega às lojas dos EUA no mês de abril, vendendo pouco mais de 3 milhões de unidades nos três primeiros meses.

2010 – Após banir o Flash dos aparelhos móveis da Apple, Steve Jobs publica uma carta aberta detonando o formato da Adobe no final de abril.

2010 – Em junho, Jobs apresenta o iPhone 4, que chega às lojas dos EUA no mesmo mês, vendendo nada menos que 1,7 milhão de unidades em

apenas 3 dias.

2010 – No tradicional evento de música da empresa, em setembro, o executivo apresenta a nova linha de iPods e a nova Apple TV.

2011 – Na metade de janeiro, Jobs anuncia mais uma licença médica da Apple, sem especificar, no entanto, as razões e a duração do afastamento. Tim Cook assume novamente suas tarefas diárias.

2011 – Apesar de boatos sensacionalistas darem conta de que Jobs teria pouco tempo de vida, o executivo é visto, em fevereiro, em um jantar com o presidente americano Obama e outros líderes do Vale do Silício.

Fontes:

http://www.santaritahoje.com.br/1/noticias/morre-aos-56-anos-steve-jobs-fundador-da-apple-veja-linha-do-tempo

http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/steve-jobs-fez-a-apple-ser-o-que-e-diz-o-amigo-steve-wozniak

http://en.wikipedia.org/wiki/Steve_Jobs

Fonte da imagem:

alexmontello.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...