01
abr
2011

TI verde – modismo necessário

Por Emanuela da Silva

Crescemos ouvindo a frase “lugar de lixo é no lixo”, e passamos este ensinamento adiante para as próximas gerações. Contudo, vamos adaptando as nossas necessidades aos novos hábitos, e o pensar sobre a questão do lixo, aos poucos, ganhou as cores da reciclagem bem como a normatização de medidas educacionais. A sociedade adotou o conceito de sustentabilidade. Isto é reflexo da evolução, pois estamos na era tecnológica e somos por natureza consumistas deste mercado. Queremos o celular de última geração, uma tv com vários recursos, a geladeira interativa, a impressora sem fio, notebooks, iphones, ipads, ou seja, tudo que a modernidade pode nos proporcionar de melhor. Aquele celular, os carregadores, a impressora jato de tinta, a máquina digital, o mp3, os monitores. O que fazer quando isto não tem mais utilidade para quem comprou? É fácil de responder. O difícil é resolver, pois nos preparamos para receber as inovações, mas não sabemos como eliminar aqueles aparelhos descartados.

O lixo tecnológico é resultado do consumismo – produzimos 40 milhões de toneladas deste tipo de resíduo anualmente. Os Estados Unidos, entre os países desenvolvidos, é o líder com 3 milhões de toneladas a cada ano, e a China, com 2,3 milhões. O Brasil lidera o ranking entre os países emergentes com a maior a produção per capita de lixo eletrônico, seguido do México.

No mês passado, foi instalado o Comitê do Lixo Tecnológico, mostrando um estudo apontando que 17% do lixo eletrônico ficam armazenados nas residências porque a população não sabe o que fazer. Dos milhares de celulares que entram no mercado brasileiro anualmente, apenas 2% têm destino certo. Confira outras informações sobre o Comitê no blog Nosso Mundo Sustentável.

RISCOS E CONSEQUÊNCIAS

Os resíduos destes equipamentos podem causar danos à saúde humana e à natureza se não forem tratados de forma adequada. Plásticos e metais misturam-se a elementos danosos à saúde, como: mercúrio, chumbo, cádmio, berílio e outros. O mercúrio, usado em telas de LCD e monitores, causa danos ao cérebro e ao fígado. O chumbo, usado em computadores, televisores e celulares pode causar náusea, perda de coordenação e memória, e em casos graves leva ao óbito. Se forem enviados aos lixões tradicionais, contaminarão água, solo e colocarão em risco pessoas que trabalham fazendo a triagem.

A Wintek, fabricante chinesa de componentes para a Apple, demitiu funcionários e não renovou contratos com os que foram contaminados no processo produtivo dos aparelhos touch screen. Houve uma contaminação coletiva por n-hexano (que pode causar paralisia e danos cerebrais) e quase 100 operários foram afastados, alguns demitidos e outros hospitalizados.

CONSCIÊNCIA AMBIENTAL E TECNOLÓGICA

A TI verde é a nova maneira de pensar em tecnologia não apenas na produção, mas também nas soluções para problemas como lixo tecnológico e impactos ambientais. De acordo com o Greenpeace, as grandes potências mundiais já aderiram a essa filosofia. O Brasil também à adotou, mas empresas admitem que o atrativo principal para as políticas verdes é a redução dos custos, o posicionamento da marca e a reputação. Mais de 70% das empresas brasileiras adotaram os benefícios da TI verde, um exemplo é a AmBev, que implantou o sistema da TI verde e reduziu custos, evitou o descarte de mais de 15 mil máquinas no período de 2002 a 2010 e aumentou a vida útil dos computadores. O nome do sistema implantado foi Thin Client, e visa à redução do consumo de energia das máquinas e outros benefícios. O número de empresas adotando esta nova tendência cresce cada vez mais (como Unilever, Cemig, Fleury, Natura, Banco Bradesco, Banco do Brasil e Petrobrás) e deve atingir cerca de 13% este ano.

Assista a um vídeo informativo sobre esta tendência.

TI verde é uma questão de conscientização, união entre empresa e comunidade aliadas a escolas. Confira, nos links abaixo, alguns resultados dessa parceriae as fontes utilizadas para escrever este texto:

http://www.180graus.com/balanco-da-rede/ti-verde-jovens-constroem-computadores-de-material-reciclavel-398219.html

http://www.ifam.edu.br/cms/index.php?option=com_content&view=article&id=710:projeto-inova-ti-verde&catid=3

http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2010/10/vencedores-do-premio-jovem-cientista-sao-anunciados-em-brasilia.html

http://www.lixoeletronico.org/category/temas/no-mundo

.

>> Veja também: Queremos geladeiras, lâmpadas e inclusão digital!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Leo

    Ótimos texto.

    • Emanuela da Silva

      Obrigada pela leitura continue sempre nos visitando.