Por Maria Alana Brinker

A Cruz Vermelha de Portugal realizou uma ação diferenciada no ano passado: no shopping Momumental, movimentado centro de comprar em Lisboa, foi aberta uma loja onde os clientes podiam comprar esperança. Como assim? Na verdade, era possível adquirir cartões no valor de 10 euros, e em troca o cliente saía da loja com uma sacola vazia. Quer dizer, vazia não: com esperança. Era como se ele tivesse comprado um pouquinho de esperança para aqueles a quem a Cruz Vermelha ajuda. E, segundo o que foi mostrado na mídia, na parede da loja e nas sacolas era possível ver estampadas fotografias expressivas, que remetiam ao maior objetivo de existir cruz_vermelhada Cruz Vermelha: ajudar pessoas.

A campanha criada para promover a Loja da Esperança, como é chamada a loja em Portugal, obteve cinco nomeações em Cannes: três em promoções (field marketing, melhor lançamento de produto/relançamento no ponto de venda, melhor campanha integrada de promoções de vendas), marketing direto (lançamento de produto e melhor campanha integrada) e relações públicas (solidariedade). Na campanha, assinada pela agência Leo Burnett, estavam incluídos filmes para a TV, spots, propagandas para outdoors, marketing viral na internet e outras peças. O resultado foi uma arrecadação recorde e uma série de prêmios no Festival de Cannes 2009 para a agência.

Mas voltemos à ação: o principal diferencial foi não haver um produto concreto para os clientes literalmente pegarem e levarem dentro de suas sacolas. As pessoas estão tão acostumas a adquirir camisetas, bolsas, colares, calendários etc. em troca de ajuda financeira a instituições como a mencionada aqui, que ajudar sem levar nada em troca tornou-se um diferencial – por sinal, muito bem trabalhado pela agência.

Isto não é uma crítica às campanhas que visam arrecadar fundos para ajudar os necessitados através da venda de objetos, mas sim uma reflexão sobre o modo de pensar consumista, que nos faz esquecer que não é preciso ser lançada uma campanha para ajudarmos instituições como a Cruz Vermelha.

Clique aqui e acesse o site da Loja da Esperança.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...