Por Emanuela da Silva >>

Estar conectado é uma necessidade social, no entanto ela não deve causar dependência e se tornar prioridade. Um estudo sobre o assunto apontou que 170 milhões de pessoas apresentam sintomas de uso excessivo do meio virtual. A estimativa dos psicólogos é que 4% dos internautas desenvolvam a patologia chamada Transtorno de Dependência de Internet (TDI). Gostar de usar a internet não significa que você sofra desta patologia. O uso excessivo aliado a outros fatores comportamentais caracterizam o problema.

ALGUNS CRITÉRIOS PARA DIAGNOSTICAR A TDI:

  • preocupação excessiva com a internet;
  • necessidade de aumentar o tempo conectado (online) para obter a mesma satisfação;
  • exibir esforços repetidos, sem sucesso, no controle, redução ou fim do uso da rede;
  • sentimentos de agitação, irritabilidade ou depressão quando tentar reduzir o uso da Internet;
  • ficar on-line mais tempo do que o pretendido inicialmente;
  • pôr em risco, ou arriscar perder, relações significativas – trabalho, oportunidades educacionais ou de carreira – devido ao mundo virtual;
  • mentir para família, terapeuta ou outros com o intuito de esconder a extensão do envolvimento com a Internet;
  • usar a rede como meio de escape para os problemas ou para aliviar um estado de espírito disfórico (sentimentos de desesperança,culpa, ansiedade e depressão).

Tanto para o TDI quanto para tudo o que causa a dependência há tratamentos, portanto, saber usar a internet é uma questão de saúde. O vício faz com que a pessoa viva no mundo virtual, tendo dificuldades de se relacionar com outras pessoas fora da web. Obesidade, ansiedade, depressão, isolamento e distúrbios no sono também são sintomas da patologia.

TRATAMENTO

A base do tratamento é o autoconhecimento. Aceitar que precisa de ajuda profissional e apoio das pessoas próximas é o primeiro passo a ser dado.

A mudança na rotina que antes era voltada à navegação agora será substituída por outras atividades. O Transtorno de Dependência de Internet é uma herança da era virtual às transformações das relações humanas e à forma como estamos nos associando ao novo viver.  A violência urbana, a falta de confiança, a insegurança, a timidez e a comodidade nos tornam vulneráveis a este tipo de patologia.

QUE TAL RESPONDER ALGUMAS PERGUNTAS PARA VERIFICAR SE VOCÊ TEM TDI?

  • Você fica mais tempo na internet do que com as pessoas “reais”? Qual a sensação?
  • Consegue ficar quanto tempo sem estar online?
  • Qual a importância da internet na sua vida?
  • Mesmo que você não esteja na frente do computador preocupa-se com o mundo virtual?
  • Você arruma qualquer desculpa para estar na web?

Obviamente que as respostas das perguntas acima não são conclusivas, mas servem de alerta para sabermos até que ponto conseguimos nos manter “desconectados”. O diagnóstico do TDI é feito por especialistas na área da psicologia ou da psiquiatria.

Lembrem-se: quando alguém reclamar da sua falta de atenção ou interesse nas coisas simples, desligue o computador e vá contemplar as belezas da vida.

Fontes:

http://www.hagah.com.br/especial/rs/redei-tecnologia-e-informatica/19,769,3193373,Voce-e-viciado-em-internet-Cuidado-com-o-uso-excessivo.html

http://www.dailymotion.com/video/xiidlj_uso-exagerado-da-internet-pode-viciar_news

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...