Por Leonardo Fleck >>

Na última quinta-feira, 22 de março, ocorreu no teatro do Bourbon Country, em Porto Alegre, o seminário TOPBRANDING, promovido pela Associação dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil (ADVBRS), tendo como convidados profissionais, estudantes e pesquisadores das áreas de Design, Comunicação e Marketing .

É difícil tratar do assunto gestão de marcas sem contar com este conhecimento interdisciplinar: o Design na concepção e embalagem dos produtos e serviços que levam em conta a evolução das necessidades dos clientes, a Comunicação na gestão das experiências no relacionamento com os públicos envolvidos, e o Marketing, na busca por informações e análise deste cenário em constante modificação. Esta foi a percepção das palestras sobre Branding. O post de hoje focará na palestra de Martha Gabriel[1] sobre a estratégia e a reputação da marca em ambiente digital.

Como é possível usar as novas mídias para comunicar e fazer a gestão de imagem de nossa empresa? Ampliaram-se os pontos de contato. Se antes as opções de mídia giravam em torno da rádio, televisão, revista e mídia exterior, agora existem, além destas, inúmeras possibilidades como vídeos, aplicativos para dispositivos móveis, games, sites, blogs, mídias sociais, QR codes, mecanismos de busca, entre tantas outras possibilidades.

A palestrante dá algumas dicas para montar uma estratégia para o ambiente digital:

  1. É possível controlar uma coisa neste processo: o que você fala. O que os outros falam dependerá disto também.
  2. Adquirir um senso de humor para ouvir e interagir no ambiente digital. Isto requer humildade, honestidade, valores e ponto de vista para refletir sobre as mensagens, interagir e fazer as mudanças necessárias.
  3. Entender o que é importante para as pessoas. A relevância de trazer conteúdo no momento certo da maneira certa ganha a atenção da pessoa e a colaboração com a mensagem.
  4. Envolva as pessoas com o seu conteúdo: O filósofo Confúcio disse: “Conte-me e eu me esqueço. Mostre-me e eu apenas me lembro. Envolva-me e eu compreendo.”
  5. Transmedia storytelling. Qual é a história que você tem para contar? Conte um pedaço desta história em diferentes mídias. Começe na TV, vá para o YouTube, compartilhe no Facebook, faça uma revista, respeitando as características de cada mídia.
  6. Advertainment (Publicidade + Entretenimento).  “A marca vira conteúdo e o conteúdo vira marca.” Seduza o seu cliente com entretenimento.
  7. Mantenha a transparência.
O vídeo abaixo é um exemplo de como uma história pode ser contada em cima de um filme já existente.

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

O homem e o mundo digital tornam-se próximos; o “Cibridismo” e o conteúdo mais do que nunca se esparramam em plataformas On e Offline.  Diante deste fato, vislumbra-se a oportunidade de construir marcas e estórias utilizando-se as ferramentas adequadas.



[1] Diretora da New Media Developers. Professora de cursos de MBA. Coordenadora na ESPM. Palestrante internacional premiada. Autora de 4 livros, inclusive “Marketing na Era Digital”

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...